em ,

Orelhas de Abade (Alentejo)

Orelhas de Abade (Alentejo)

Os doces conventuais são verdadeiros pecados gastronómicos, fartos em ovos, açúcar, frutos secos e amêndoas. As Orelhas de Abade, conhecidas no Brasil como Orelhas de Frade, são um destes doces de origem conventual, com nomes que lembram a igreja católica.

Estes fritos tradicionais da época natalícia integram o património da cozinha portuguesa e consistem numa massa com ovos que, depois de frita, é envolvida em mel ou calda de açúcar e polvilhada com canela. A fritura faz a massa abrir e dá-lhe o formato de orelha característico.

Ingredientes:

Para a massa
  • 15 g de fermento de padeiro
  • 500 g de farinha de trigo
  • 60 g de manteiga
  • 8 ovos
Para a cobertura
  • mel ou calda de açúcar q.b.
  • canela em pó q.b.

Confeção:

Amasse muito bem todos os ingredientes e deixe levedar, em local ameno, durante 2 horas.

Passado o tempo de levedura, deite a massa numa superfície lisa, polvilhada com farinha, e estenda-a com o rolo até ficar muito fina.

Corte pequenas porções de massa com cerca de 1 palmo de comprimento e meio de largura. Ponha a fritar em óleo quente e dê-lhes logo a forma de orelha, dobrando a massa com um garfo.

Depois de fritos, passe os bolinhos por mel ou calda de açúcar e polvilhe com canela.

Creditos: http://www.docesregionais.com

Receita deTia Adelina

Bolo de Nesquick

Cristas de Galo