em ,

O SEGREDO da Sericaia Alentejana

Sericaia, também conhecida por Sericá ou Cericá, é um doce tipicamente alentejano, com marcas da doçaria conventual – em que há uma abundante utilização de ovos e canela.

Há quem diga que a sericaia é oriunda da Índia e outros dizem que vem do Brasil – o que se sabe ao certo é que esta receita foi implementada no Alentejo pelas mãos habilidosas das freiras do convento de Elvas e de Vila Viçosa, sendo que a tradição está mais ligada a Elvas, onde o doce é decorado com as famosas ameixas da região.

O segredo da Sericaia Alentejana (com o truque da receita original fica perfeita)

✅1 l de leite
✅casca de limão
✅1 pau de canela
✅uma pitada de sal
✅12 ovos
✅450 g de açúcar
✅125 g de farinha
✅canela em pó

SERICAIA

O toque da canela e a textura fofa fazem deste doce uma verdadeira delícia. No entanto, o segredo deste doce conventual, mais do que os ingredientes utilizados, está na forma de o deitar, num prato de estanho ou barro, às colheradas desencontradas.

Ao cozer a sericaia, esta deverá abrir gretas à superfície, dando-lhe o seu aspeto característico.

Ligue o forno e regule-o para os 225° C.
Leve ao lume, a ferver, o leite juntamente com a casca de limão, o pau de canela e uma pitada de sal. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco.
Entretanto, bata muito bem as gemas com o açúcar até obter um creme fofo. Em seguida, dissolva a farinha no leite fervido, junte o creme de gemas e açúcar e, mexendo sempre, leve a engrossar sobre lume brando. Retire do lume, tire a casca de limão e o pau de canela e deixe arrefecer.
Bata as claras em castelo bem firme e incorpore, cuidadosamente, no preparado anterior, que deverá estar frio ou ligeiramente morno.
Deite o creme num prato fundo e bem largo de barro, polvilhe abundantemente com canela e leve a cozer no forno. Um truque é envolver o prato de barro num pano velho molhado quando vai ao forno. Pode acompanhar com ameixa em calda! 

O que achou desta receita?

Receita deTia Adelina