em ,

DICAS PARA FAZER UM CHEESECAKE PERFEITO!

Dicas para fazer um Cheesecake perfeito!

Base

  • 70 gr de bolacha digestiva
  • 30 gr de açúcar mascavado claro
  • 40 gr de manteiga derretia e fria

Recheio

  • 450 gr de queijo creme* (mascarpone, tipo philadelphia, etc.)
  • 170 gr de açúcar
  • 1 pitada de sal
  • 140 gr de ovos (aproximadamente 3)
  • 14 gr de gema (aproximadamente 1)
  • 75 gr de natas (com cerca de 35% de matéria gorda)
  • 1 colher (sobremesa) de essência de baunilha
  1. Começar por preparar a base, triturando a bolacha e o açúcar até ficar em pó e acrescentar a manteiga.
  2. Colocar este preparado numa forma redonda (usei de 24 com de diâmetro e fundo amovível) com o fundo previamente forrado com papel vegetal.
  3. Pressionar e alisar bem e levar ao frio enquanto se prepara o recheio.
  4. Entretanto pré-aquecer o forno a 160-165º C.
  5. Para o recheio bater o queijo creme com o açúcar e o sal durante 3 minutos.
  6. Bater os ovos com a gema e juntar ao queijo em 4 vezes, batendo sempre.
  7. Acrescentar a baunilha e as natas e bater até estar cremoso e homogéneo.
  8. Verter o creme sobre a bolacha, bater ligeiramente com a forma no bancada para evitar bolhas de ar e colocar num tabuleiro de forno com água quente.
  9. Levar ao forno até que o centro esteja firme, entre 50-60 minutos (não precisei demais).
  10. Retirar do forno, deixar arrefecer completamente, proteger com película aderente e elevar ao frigorífico de um dia para o outro.
  11. Para desenformar dar com um maçarico nas laterais da forma até o cheesecake se soltar.
  12. Desenformar com cuidado e servir bem fresco, simples ou acompanhado por coulis de morango.
  13. Conservar no frio.
  • Nota: como usei forma de fundo amovível, por uma questão de segurança embrulhei-a em papel de alumínio para evitar que entrasse água.
  • *Nota: reduzi 50 gr ao queijo, usando 250 gr de queijo mascarpone + 200 gr de queijo tipo philadelphia, apenas porque era o que tinha disponível.
  • **Nota: para o cloulis de morango basta triturar 5 a 6 morangos grandes, coar para retirar as sementes e juntar açúcar em pó a gosto. Misturar bem e servir.

Os cheesecakes de forno são caprichosos. Manter a textura sem abrir rachas exige atenção aos pormenores. Confira-os aqui.

– O que é um cheesecake?

Apesar de um cheesecake poder ser salgado (e servido com biscoitos como aperitivo), a maioria de nós pensa no termo como uma sobremesa deliciosa. A textura pode variar muito – de leve e arejado a denso e rico, ou a suave e cremoso. Todos os cheesecakes começam com queijo – geralmente queijo-creme, ricotta, requeijão, ou às vezes até queijo suíço ou cheddar. O cheesecake pode ou não ter uma base crocante que pode ser de pão ralado, de biscoitos ou de massa. A massa é feita com queijo batido até ficar cremoso, a que se juntam ovos, açúcar (para sobremesas) e outros aromas. A mistura é então vertida num forma de mola e cozido. Após a cozedura, o cheesecake é colocado no frigorífico e depois de frio é geralmente coberto por chantilly, molho de frutas ou outra cobertura a gosto.

– O que é o Queijo-Creme?

Graças aos norte-americanos, o queijo creme – o ingrediente mais popular para cheesecake – foi desenvolvido em 1872. A denominação vem da textura suave e cremosa deste queijo para barrar. É feito de leite de vaca e por lei deve conter pelo menos 33% de gordura e não mais de 55% de humidade. A goma-arábica é adicionada a alguns queijos-creme para aumentar a firmeza e o tempo de vida.

Há outros queijos-creme light no mercado, com pouca ou nenhuma gordura, que têm menos calorias.
O queijo-creme também é vendido misturado com outros ingredientes, como ervas, especiarias ou frutas. Guarde o queijo-creme no frigorífico e consuma no espaço de uma semana após a abertura. Se surgir qualquer bolor à superfície, deite-o no lixo.

– Como amaciar mais o Queijo-Creme?

Retire o queijo da embalagem original, coloque-o numa tigela que possa ir ao micro-ondas e ligue-o na potência máxima entre 30 a 45 segundos.

– Para um perfeito Cheesecake:

Use uma forma de mola (com aro e base amovível). É a indicada para fazer cheesecake.
Evite bater a massa em excesso. Isso incorpora mais ar e tende a causar fissuras na superfície do cheesecake.
Para um bolo marmoreado ou para uma melhor distribuição interior de ingredientes, como lascas de chocolate ou nozes, não bata em excesso o queijo-creme.
Evite uma cozedura em excesso: os tempos de cozedura nem sempre são exactos, devido às diferenças nos fornos. O cheesecake continua a cozer depois de desligado o forno. O centro deve estar ainda ligeiramente bamboleante.

Depois de retirá-lo do forno, passe uma faca a toda a volta, a cerca de um centímetro de profundidade. Isso permite que o bolo se solte das paredes da forma, enquanto arrefece.
Depois de esfriar completamente, após várias horas no frigorífico, passe novamente uma faca a toda a volta até à base e cuidadosamente abra a mola da forma. Retire o aro.
Os cheesecakes cozidos podem ser congelados, desde que sem coberturas. Deve deixá-los arrefecer totalmente e embrulhá-los ou cobri-los bem com película aderente. Quando os servir, deixe descongelar e só depois faça a cobertura.

Caldeirada de Achigã

Tudo o que deve saber sobre Ovos