em

Viúvas de Braga. Um doce tradicional de Portugal!

Viuvas de Braga
Viuvas
Viuvas de Braga

As viúvas são um doce tradicional de Braga, com origem no antigo Convento dos Remédios, com uma apresentação idêntica aos pastéis de nata.

Até à sua definitiva extinção em 1908, este convento era responsável pela produção de doçaria tradicional bracarense, que era depois comercializada em vários locais da cidade. De todos os doces produzidos pelas freiras franciscanas do Convento dos Remédios, eram as viúvas que tinham maior destaque, sendo muito apreciadas pelos bracarenses.

A tradição bracarense de consumir este doce manteve-se até meados do séc. XX. Depois as viúvas caíram no esquecimento, tendo sido a investigação histórica que contribuiu para que a receita fosse recuperada. A mesma permanecera intocada em apontamentos de cozinha das famílias mais antigas da cidade e nos livros onde as freiras registavam diariamente os gastos da cozinha, guardados no Arquivo Distrital de Braga.

Ingredientes:

  • ½ colher (café) de canela
  • 125 g de miolo de noz partida em pedaços muito miúdos
  • 15 gemas
  • 3 claras
  • 500 g de açúcar
  • raspas de 1 laranja

Confeção:

Leve o açúcar ao lume a fazer ponto de espadana (aos 117º C – ao retirar a colher depois de a mergulhar na calda, esta escorre em fitas largas, com o aspeto de lâmina).

Junte as nozes à calda e deixe ferver cerca de 2 minutos.

Retire o preparado do lume e deixe arrefecer.

Bata, juntamente, as gemas com as claras.

Acrescente os ovos batidos à calda, já morna, assim como a canela e raspa da laranja. Envolva bem.

Deite o preparado em formas de queques bem untadas com manteiga  e disponha-as num tabuleiro.

Leve a cozer cerca de 25 minutos (convém verificar a cozedura).

Sugestão:

Aproveite as claras que não foram utilizadas nesta receita como pretexto para preparar um Pudim Molotov.

Fonte: http://www.docesregionais.com

O que achou desta receita?

Tutano do Céu (Portalegre)

Ovos-moles (Aveiro)